domingo, 16 de julho de 2017

A inserção da mulher no universo gamer.

Games: Inserção da mulher em Jogos.
A Inserção da mulher no mundo gamers.
Vivemos numa sociedade adepta da segregação de gênero, ou seja, uma sociedade que de forma arcaica, ainda crê que existem coisas para meninos, e coisas para meninas; azul é cor de menino, e rosa é cor de menina, o robô pertence ao menino, e a boneca pertence a menina; e assim por diante. Essa expressiva segregação, torna-se presente durante toda nossa vida, e acaba, infelizmente, por atingir de forma mais expressiva, e mais prejudicial, nós mulheres. E no mundo dos jogos não é diferente. O escândalo do Gamer Gate, nos mostrou como esse é um problema real, e como certas atitudes podem acabar tomando proporções bem mais graves. Mulheres gamers receberam ameaças de morte e estupro, simplesmente porque decidiram expor, que estão cansadas de sofrer assédio, e agressões verbais por parte de outros jogadores online. Em uma pesquisa feita por uma universidade norte-americana no estado de Ohio, sobre o assédio sofrido pelas mulheres no mundo dos games, a conclusão que se teve foi aterradora, porém, não surpreendente, 100% das mulheres entrevistadas confirmaram sofrer todo tipo de assédio nos jogos virtuais. Mesmo ganhando cada vez mais espaço no mundo dos games, assim como, em várias áreas pelo mundo a fora, a mulher ainda sofre com a resistência, e agressão, por parte de alguns grupos de pessoas. 

Observamos isso quando vamos a uma loja comprar um jogo, e o vendedor pergunta se estamos comprando para o nosso pai, irmão, namorado ou amigo, como se fosse algo inconcebível, uma mulher jogando jogos eletrônicos, afinal, esse é um universo majoritariamente masculino, a qual a mulher não pertence, e quando educadamente explicamos que estamos comprando o produto para o nosso próprio entretenimento, recebemos uma cara de puro espanto, ou se não, recebemos uma série de indagações, para que de alguma forma, provemos que realmente temos certeza do que estamos fazendo.  Por exemplo, eu tenho um bom motivo para não frequentar Lan Houses para jogar. Sempre que me deslocava até lá com a intenção de jogar, o ambiente nunca era o mais receptível, além do fato de ser um ambiente esmagadoramente masculino, tive que lidar com certas atitudes esdrúxulas por parte dos garotos que se encontravam lá, e que partilhavam do mesmo desejo que eu, jogar. Assim que eu ligava o computador e iniciava o jogo, todos paravam para olhar, e comentar sobre o fato de ter uma mulher jogando, alguns se levantavam e ficavam na minha volta fazendo indagações, seja sobre o motivo de estar jogando ou se realmente sei jogar direito, entre outras perguntas toscas. Eles ficavam atrás da minha cadeira, como se esperassem que eu cometesse o menor dos erros, para que lhes desse ,de certa modo, a confirmação de que mulher não sabe jogar, e que consequentemente não merece ter um espaço neste meio, isso me irritou e irrita até hoje.
 
 
Também existem relatos de mulheres que pararam de frequentar eventos ou competições de jogos ou até mesmo adotaram personagens e Nicknames masculinos, pois sofreram ameaças e xingamentos por parte de outros jogadores, e em casos mais graves, acabaram abandonando esse universo completamente, por medidas de segurança . É como se tivéssemos que ficar nos provando o tempo todo, nos humilhando por um pouco de espaço e reconhecimento, e como se  não bastasse, também temos que exigir respeito. 
Enquanto esse tipo de atitude e comportamento for perpetuado e não problematizado, veremos cada vez mais mulheres sofrendo assédio,  e ameaças por parte dos jogadores, e infelizmente, veremos muitas delas abrindo mão de estarem inseridas neste universo. E apesar de alguns alegarem que os homens também sofrem com certos ataques nesse meio, vemos que, além da diferença de proporção, também vemos uma diferença de contexto. Sabemos que os homens também sofrem com algumas agressões, isso é inegável, porém, também sabemos, que não se tem comparação, com o elevado grau de agressões que a mulher sofre todos os dias, durante toda sua vida, simplesmente por ser mulher. Não queremos invalidar a posição de ninguém, não queremos ser superiores a ninguém, muito menos queremos desprezar o sofrimento dos outros, só queremos aquilo que nos é devido por direito, respeito, que deveria ser mútuo, mas na prática, é o contrário. Todos precisam entender que nós mulheres lutamos para mudar tais conceitos e ‘’preconceitos’’, não só por uma questão de autoestima, mas também por uma questão de liberdade e sobrevivência, seja no mundo real ou virtual.






ESPERA ESSE ASSUNTO NÃO ACABOU, PUBLICAMOS NO NOSSO FÓRUM, PARTICIPE!
Qual motivo para baixa participação feminina em gamers?
Comente e participe!
 

1 comentários:

Os Comentários são de responsabilidade de seus Autores e nessa parte não abdicamos de quaisquer responsabilidades. Somente fica exclusivo julgar e excluir comentários, acompanhado do seu solicitante.
A TwJogos fica somente proibida de:
*Editar os Comentários Games, criado nas postagens.
*Conversa diretamente com alguém, mesmo em assuntos voltado aos jogos eletrônicos.
*Armazenar dados de Autores.
Evite:
**Propaganda e Parceria.
**Atitude Babaca.
**Comentários gratuito de caráter discriminatório, ódio e repulsa.
**Discursões: Nesse tópico, encaixa apenas discussões opinativas em que perde totalmente a noção e parte para ignorância.

TW Jogos em manutenção.

ATENÇÃO: O TwJogos é um Blog voltado para Jogos Eletrônico, criado no mês de maio de 2010 foi envolvido em uma serie de manutenções do Luxo ao Lixo por falta de dedicação. Estamos voltando com tudo e não se assuste com Postagens antiga, tem muito Trabalho pela frente, contamos com sua participação para reestruturar tudo isso. Divulgue Links quebrados ou qualquer outro problema.

Desculpe pelo Inconveniente.